Escalada Vulcão Etna

Vulcão Etna

Vulcão Etna em erupção! Foto tomada da Estação Espacial Internacional.
O  Refúgio Citelli está na base do Etna e é ponto de partida para a escalada, lá você encontra água e alguns snaks e de lá mesmo já sai caminhando para a longa jornada do dia.
O início da trilha é relativamente fácil e você ainda encontra muita vegetação rasteira e  árvores. Mas tome cuidado com algumas vegetações… Depois que descemos do topo me dei mal ao sentar para descansar em uma delas! Estava cheia de espinhos!!! rsrs
O contraste é grande! Ainda na base do vulcão é possível observar a natureza buscando vida por entre as cinzas.
Parada para o lanche ao avistarmos o topo do Etna, um dos principais destinos de aventura da região.
Por volta de 2 mil metros de altura, é possível encontrar um túnel em forma de caverna escondido nas encostas do vulcão, que se formou com a passagem de lava durante as erupções. Você pode caminhar pelo túnel deixado pela lava e sentir toda a força da natureza e do planeta terra! Para isso, faça a escalada com equipamentos de segurança e acompanhado de um guia vulcanologista que te ajudará a encontrar o local de acesso.
Já dentro do túnel é possível ver com riqueza de detalhes parte de um percursos criado pelas lavas. Use lanterna e capacete. No nosso caso fomos acompanhados pelo vulcanologista Paride que nos deu uma super aula sobre vulcões e várias dicas sobre eles. Para contato com ele Clique Aqui
O Vulcão Etna não exige conhecimento técnico ou experiência anterior, mas é importante estar condicionado pois a subida é desgastante. Devido a maior parte do solo em cinzas, em muitas partes você dá 2 passos para cima e escorrega 1 para baixo!
Sorte e beleza pelo caminho! Fique atento que elas aparecerão para você!
Já bem próximos das nuvens e após horas de caminhada, é possível avistar ao fundo o mar mediterrâneo enquanto seguimos  rumo à cratera do vulcão Etna.
Enfim no topo, a cena é incrível! Devido à forte atividade do vulcão e aos gases que ele expelia naquela manhã, por questões de segurança pudemos chegar a aproximadamente cem metros da boca. As marcas escuras no solo são rastros deixados pelo derramamento de lava acontecido a pouco tempo.
Cratera do Vulcão Etna a alguns metros de distância. Sem dúvida um dos lugares mais incríveis da Sicília.
Toda a subida dura em torno de 5 a 6 horas, dependendo do seu ritmo. Lá de cima a vista é incrível de toda a Catânia, Vulcão Etna, Sicília, Mar Mediterrâneo! A experiência vale muito a pena.
Após pausa para o lanche e admiração de toda a paisagem, é hora de começar a descida onde vamos gastar por volta de 1 hora e meia a duas horas.
No meio da descida, parada para reidratação. Depois de uma camada de cinzas de aproximadamente 40 centímetros, encontramos uma espessa camada de gelo! A água havia acabado durante a subida, então nosso guia fez um buraco nas cinzas até encontrar gelo! No detalhe da imagem, o quanto afundamos entre as cinzas!
A descida é bem tranquila e em algumas partes fizemos até uma disputa de corrida, mas se prepare para tirar sua bota algumas vezes que ela vai se encher de pedras vulcânicas…
Centro da cidade mais próxima do Etna, Zefferana, apesar de pequena é uma cidade muito gostosa e com opções muito boas de alimentação na praça central. Não deixe de experimentar o delicioso calzone, um tipo de pizza fechada! Como hospedagem na cidade escolhemos o B&B Arial Dell Etna e nos surpreendemos, foi uma ótima escolha.
Vulcão Etna ao fundo visto à partir do Teatro Grego na cidade de Taormina. O antigo Teatro Grego é aberto durante o dia ao público para visitação e pela noite acontecem espetáculos incríveis, com o Mar Mediterrâneo e o Vulcão de fundo, mas as reservas para o espetáculo precisam ser feitas com antecedência.
Depois de um dia cansativo e de muito desgaste físico, tire o dia seguinte para relaxar nas incríveis águas do Mediterrâneo. As praias da cidade de Taormina a apenas 30km de Zafferana têm um incrível azul profundo que vale muito a pena a visitar. Visite uma praia e participe de um passeio de barco com mergulho livre nas águas azuis.

Photo of Etna erupting taken from the International Space Station. Image from the web.
Refuge in Citelli, base of Etna and starting point of the climb, you find water and some snakes and even out there already walking to the long journey of the day.
The beginning of the trail is relatively easy and you still see a lot of underbrush and some trees. But be careful with some some vegetation … After we descended gave me sick to sit down to rest in one of them! Was full of thorns !!! lol
The contrast is great! Even at the base of the volcano you can observe nature seeking life among ashes.
Stop for lunch at the top of Etna avistarmos.
Around 2000 meters high, it is possible to find a hidden tunnel shaped cave on the slopes of the volcano, which was formed with the passage of lava during an eruption. You can walk through the tunnel left by the lava and feel the full force of nature and the planet earth! To do this, the climb with safety equipment and accompanied by a volcanologist guide that will help you find the access site.
Inside the tunnel you can see in great detail part of a route created by lava. Use flashlight and helmet. In our case we were accompanied by volcanologist Paride who gave us a lesson on super volcanoes and several tips about them. To contact him Click Here
Luck and beauty by the way! Be aware that they will appear for you!
Etna requires no technical knowledge or prior experience, but it’s important to be conditioned as the ascent is exhausting. Because most of the ash soil in many parts gives you two steps 1 slide up and down!
Already very close to the clouds, and after hours of walking, it is possible to see the bottom following the Mediterranean Sea towards the crater of the volcano.
Finally at the top, the scene is amazing! Due to the strong activity of the volcano and the gases expelled him that morning, for security reasons we come to about a hundred yards from the mouth. The dark markings on the ground are traces left by lava flows happened a short time.
Crater of Mount Etna a few feet away.
All the hard climb around 5-6 hours depending on your pace. From up there the view is amazing from all Catania, Etna, Sicily, Mediterranean Sea! The experience is well worth it.
After break for lunch and admiration of the entire landscape, it’s time to begin the descent where we will spend around 1 hour and a half to two hours.
In the middle of the descent, stop for rehydration. After a layer of ash about 40 cm, find a thick layer of ice! The water was over during the ascent, so our guide made ​​a hole in the ashes to find ice! In the detail of the image, as we sink in the ashes!
The descent is very quiet and in some parts even made ​​a contest of the race, but be prepared to take your boot sometimes she will fill with volcanic stones …
Center of the nearest town of Etna, Zefferana, although small is a very tasty and very good food options in the central city square. Be sure to try the delicious calzone, a kind of pizza closed! As hosting the city chose the B & B Arial Dell Etna and we were surprised it was a great choice.
Etna volcano in the background seen from the Greek Theatre in Taormina city. The ancient Greek theater is open during the day to the public for tours and evening shows incredible place, with the Mediterranean Sea and the volcano background, but reservations for the show must be made ​​in advance.
After a tiring day and a lot of physical wear, take the following to relax in the amazing waters of the Mediterranean day. The beaches of Taormina city just 30km from Zafferana have an incredible deep blue that is well worth a visit. Visit a beach and join a boat trip with snorkeling in the blue waters.